Em 28 de fevereiro de 2019 a contabilidade deu um passo gigantesco no continente africano em geral e na Guiné-Bissau em especial.

Nesta noite, foi inaugurado o primeiro Núcleo de Assessoramento Contábil e Fiscal (NAF) da África, na Escola Politécnica Nova Esperança, IPNOVE, ou IP-9, em uma cerimônia que envolveu estudantes, professores e a administração da escola.

O projeto é parte do programa AbraciNAF desenvolvido pela Academia Brasileira de Ciências Contábeis (Abracicon) como apoiadora de núcleos semelhantes no Brasil e no mundo. Em especial na África, o programa desenvolve-se como um projeto denominado NAFrica.

Os NAF surgiram no Brasil, idealizados pelo Acadêmico ocupante da cadeira de nº 80, Dr. Clovis Belbute Peres, que palestrou na abertura do NAF da IPNOVE a uma platéia de mais de 150 pessoas, majoritariamente estudantes da faculdade. No Brasil, os NAF contamcom o apoio da Abracicon, do sistema CFC/CRC e da Receita Federal dentre outras instituições desde o seu inicio. Em sua expansão pela América Latina contou com o apoio do programa de coesão social denominado Eurosocial. Em Bissau, a administração tributária, DGCI (Direcçao Geral de Impostos e Contribuições), apoia a iniciativa.

Os núcleos inspiram-se no conceito de escritórios modelos e objetivam trazer aprendizagem significativa aos alunos das áreas de contábeis, através do estudo das matérias contábil e fiscal, aplicando-as no apoio às pessoas físicas ou microempresas hipossuficientes. Aqueles que não poderiam contar com o apoio formal de uma assessoria contábil.

Segundo Belbute, "A Africa é o local ideal parar a expansão ainda maior dos núcleos, que já somam mais de 500 em toda a America Latina. Já havíamos apresentado as primeiras tratativas do projeto NAFrica no XI Encontro Nacional de Professores de Ciências Contábeis, em São Paulo em setembro de 2018 e agora ele se torna realidade aqui em Bissau".


O professor Malam Sisse, presidente da IPNOVE, ressaltou o compromisso da instituição com a inovação e com a sociedade de seu pais, relatando aos jovens alunos que terão todo o apoio e que a semente do NAF da Guine-Bissau se espalhará pela Africa.

A presidente da Abracicon, Dra. Maria Clara Bugarim, incentivadora dos NAF desde seu inicio, mesmo em férias no Brasil, gravou um vídeo curto, saudando os estudantes da faculdade e de toda a Guine Bissau e reforçando o papel fundamental da Abracicon no apoio a iniciativas como o NAF, de desenvolvimento do conhecimento e da classe contábil.